Solilóquios descoladinhos de uma dona de casa pretensiosa

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Rapidinha

08:18 POR Carolina Rêgo Barros 1 COMENTÁRIOS
Dizem que tem uma receita que se deve seguir à risca! Não demonstre sua humanidade. Palavras como paixão são terminantemente proibidas. Esconda todos os seus medos e fraquezas em maletas hermeticamente cerradas a vácuo. Mesmo que tudo que se diga não tenha tutano, se fizer direitinho na receita, cola! E se colar, colou! Dane-se tudo e todos!
Pra não barganhar minha alma, costumo chorar de formas distintas: de mansinho, meio sem querer, rindo e chorando, copiosamente, quase rindo. Depois eu faço as pazes com a tristeza.
Receita mesmo, prefiro as de bolo de recheio de ameixa e cobertura de chocolate ou de bacalhau a Gomes de Sá.
Seria bom que minha amiga fosse a serenidade, aquela que é assim com vovó. De todo modo, vou conciliando a tristeza, amiga discreta que vem pra fazer um estraguinho, depois vai embora, não permitindo que eu me esqueça porque vim parar por aqui.

Um comentário:

  1. Se existisse receita pra ser gente,iria escolher ser um bolo todinho de chocolate com cobertura, recheio etc.. Teria atenção com os bolos confeitados e muito bonitos,geralmente são enganosos - apetitosos por fora e secos por dentro. Ah, também tem os bolos de aparências simples que nada prometem, são o que são,a gente não cria falsas expectativas, por isso não são decepcionantes. E os bolos muito molhados e adocicados, fofos e enjoativos? A gente só consegue comer um pedaço. Bolos baixinhos (as fatias têm que ser mais largas), os altos, os queimados e os solados. Pra todos os gostos existem bolos e como diz a santa senhora minha mãe - " pra cada pé cansado existe um sapato velho"(aff!) Bjs miga !

    ResponderExcluir